Últimos Artigos

Top 10 Empresas Portuguesas no Linkedin 2016

A presença de empresas portuguesas no Linkedin já é considerável! O número está a atingir os 20.000 registos em Portugal – 18,344! Os constrangimentos técnicos no registo de páginas corporativas impede um número maior! Como criar página de empresa no Linkedin – leia o artigo. Para aceder à listagem de todas as empresas portuguesas registadas no Linkedin, clique aqui. Quisemos conhecer as 10 primeiras páginas de empresas em Portugal e algumas características na gestão destas páginas.   1. EDP A

Boas Práticas em Páginas Showcase

O Linkedin incluiu no final de 2013, um recurso para apoiar a comunicação em páginas corporativas – as páginas showcase. Com recursos e funcionalidades limitadas, esta solução permite que as empresas possam separar a comunicação institucional da comunicação de outros conteúdos da empresa, normalmente associados a produtos e afins. O Linkedin não divulga qual o número de páginas showcase existentes na rede.   Principais Diferenças entre Páginas Showcase e Páginas de Empresas as Páginas Showcase têm: – uma imagem de

Página de Empresa no Linkedin: Sim ou Não?

Pagina Empresa Linkedin vale a pena?

  Será que vale a pena ter página de empresa no Linkedin? Eis a questão… mas primeiro, os factos: a 21 de Março de 2016, existem 8,726,864 empresas na plataforma Em Portugal, estão registadas 17.748 empresas! Recentemente, cobri neste artigo todos os passos para a criação de uma página de empresa. Veja-o em detalhe, mesmo que já tenha uma página empresarial! Neste artigo, vou procurar demonstrar a necessidade em marcar presença nesta rede profissional. Se tem uma empresa com muitos colaboradores,

Como criar uma Página da Empresa no Linkedin

Como Criar Pagina Empresa no Linkedin

Será que devo colocar a minha empresa no Linkedin? o que pode a minha empresa fazer através do Linkedin? Este artigo pretende clarificar todo o processo de registo da sua empresa no Linkedin. O número de páginas corporativas tem sido crescente nos últimos anos, fruto da relevância dada à rede por parte dos profissionais. Esta participação é pertinente não só para credibilizar a empresa mas também os seus colaboradores. A falta de informação profissional nos perfis dos colaboradores pode revelar-se