Guest Post: Ricardo Andorinho – Linkedin and Me

picture-6


Como admirador confesso do Linkedin sinto sempre que não consigo estudar a plataforma de forma a satisfazer os meus interesses a 100%. Contudo não é menos verdade que se contabilizasse objectivamente as horas que investi seria obrigado a responder que são exactamente proporcionais ao número e conteúdo das recomendações que tive, ao valor das respostas e mensagens que recebi, ao facto de ter uma rede directa com mais de 10,000 contactos, de ter conseguido publicar um livro nos EUA com um editor que nunca coneci pessoalmente e de ter o privilégio de trabalhar directamente com um grupo de profissionais excelentes, cada qual na sua área de especialidade.


O Linkedin permitiu-me profissionalmente:
  1. Aceder a conhecimento técnico de grande valia e impacte directo nas matérias e processos sobre os quais trabalho
  2. Construir uma rede de valiosos contactos que me permite, na área de desenvolvimento organizacional, ter uma boa percepção da realidade dos negócios, em diversos mercados, cada vez mais globais e competitivos
  3. Ser convidado para criticar livros a nível internacional
  4. Validar conhecimento específico em relação à minha área de “expertise”
  5. Conseguir respostas directas e rápidas a problemas concretos que possa ter
  6. Vender os meus serviços num mercado global

Por isso, costumo dizer que quem não está na internet, não existe. Você existe?

Não venho do mundo tecnológico nem me considero ninguém nesta área tão competitiva quanto complexa. Somente consegui alcançar objectivos pessoais e profissionais que a web 1.0 não permitia.

Hoje tenho o sonho de organizar um evento virtual global e colocar na mesma ligação 1 bilião de pessoas. “Ligar o mundo” por 1 minuto.

Decerto alguém o fará antes de mim. Os meios e as redes estão a ser preparadas!!!

Um abraço
Ricardo Andorinho

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *